Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A Lisboa

por Saltita, em 12.05.15

11080331_1581440775463513_2833544748507389914_o.jp

Gostava de te ver como se vê algo pela primeira vez. Com a curiosidade do primeiro momento.

Talvez assim te encontrasse e te amasse como deve ser.

Pareces uma jóia à espera de ser encontrada.

Aqueles que mais acolhes, são os que menos te conhecem.

Mereces que venham doutros portos, novos olhares. Para que te cantem, te pintem, te recordem sempre de novo.

Um dia, faço-te uma surpresa.

 

 

publicado às 18:47




Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D