Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Balanço de 2012

por Saltita, em 29.12.12

 

Olhando para agenda do ano anterior consigo perceber onde estão e a que estão ligados os momentos fortes.

2012 foi um ano de desafios. Muitos deles superados com sucesso. Foi um ano de intenso crescimento pessoal exactamente por isso. O crescimento pessoal acontece quando saímos da nossa zona de conforto e começamos a fazer coisas diferentes. Vejo contudo que foi um ano parado em muitos dos meses. Realmente só quando nos mexemos é que as coisas acontecem e os meses de maior intensidade correspondem aos de maiores desafios e consequentemente resultados.É um facto.

O ponto alto foi sem dúvida a visita aos Estados Unidos. Sempre quis lá ir. Quase me empurrei a tomar a decisão, mas foi a mais acertada. Os olhos vislumbraram a terra dos sonhos. Senti que tinha entrado num cenário de um filme que sempre sonhei viver e percebi que não perco nada se tentar que a minha vida seja mesmo isso…um filme feito à minha medida.

Tenho de escrever o argumento e seleccionar as personagens. Por acaso não me senti pequena naquele mundo de prédios. Senti-me grande por dentro. Senti-me verdadeiramente viva.

Fomos a NY e depois a Filadélfia. Fiz novos amigos, passei momentos únicos e aprendi imenso sobre a vida e os negócios.

Em Maio fiz mais uma viagem curta a Itália. As viagens e os momentos em família são sempre os melhores momentos. Gosto de ir pelo menos uma vez no ano a um lugar onde nunca tenha estado. Apesar de ser a minha terceira visita a Itália, nunca tinha estado em Bergamo. Mais uma vez a mente expandiu-se com novos contactos, vistas e monumentos deslumbrantes e uma gastronomia dos deuses, romanos ou outros.

 

O resto do ano foi um polvilhar de momentos revistos de grande significado: O J fez uma cirurgia que correu bem e resolveu alguns problemas; as decisões nem sempre fáceis sobre o seu percurso escolar foram um desafio enorme e até ao momento parecem ter sido as mais acertadas;um casamento em que proporcionamos a realização de um sonho a alguém muito querido; os aniversários numa família que teima em permanecer unida e sabe separar as alegrias das tristezas. Saliento os 90 anos da minha avó que continua a ser lúcida e bem-disposta.

Uma melhoria significativa da nossa qualidade de vida em termos de saúde da nossa família. O J praticamente não faltou à escola e isso não tem preço.

 

As nossas férias a 3 no Algarve, num momento inusitado que mais uma vez me permite acreditar que Deus coloca as coisas no sítio certo. Assim sem mais nem menos um apartamento só com mar à frente. Uma praia linda e uns dias de sonho em que o J é sempre a estrela. Um menino cada vez mais lindo, cada vez mais desenvolto e sempre sempre feliz. Os miminhos com a mãe, as brincadeiras “à homem” e as suas incursões no surf e no mundo das tecnologias fazem as delícias do ano.

 

Uma das coisas novas que fiz foi dar mais de mim aos outros. De todos os momentos maravilhosos o Chá de Beneficência foi dos mais impactantes. Um pequeno contributo, por mais pequeno que seja faz-nos sentir maiores que o mundo e ao mesmo tempo os mais humildes à face da terra.

 

Tudo termina naquela que é a festa das festas: O nosso Natal. Este ano foi na casa da mana. Foi mágico, como sempre. Excelente comida. Muita animação à la J . Destaco o momento das resoluções em que desata a pedir brindes e a dizer o que quer da vida “ e nós vamos …” moment de braço estendido ao qual correspondemos todos. Parecia algo saído da mocidade portuguesa.

 

Este ano também enfrentei tormentas. Algumas fortes. Mas não a vale a pena perder tempo a falar de erros de casting e situações negativas. Enfrentei e segui em frente porque eu sei para onde me dirigi. Eu sei o que quero conquistar e desse quadro não faz parte o negrume das mentes pequenas.

Cometi erros por falta de paciência e de persistência. Não nos podemos dar ao luxo de perder os momentos. 

O ano termina com boas notícias. Ganhei uma viagem a dois a um paraíso caribenho e vou ver os Bon Jovi na zona da VIP novamente.

Quero fazer de 2013 o melhor ano das nossas vidas. Isto é só começo!  

As principais resoluções vão passar por um extreme make over que implica perder peso (a sério), começar mesmo a fazer exercício físico, explorar os negócios  online e continuar a fazer crescer todos os projectos profissionais que já tenho. Vou lançar um website e o blog da Saltita já merece o tal livro, pois vamos fazer 5 anos.

 

Este ano descobri que afinal as pessoas não são assim tão diferentes umas das outras. Aquilo que as diferencia são as suas convicções acerca de si próprios. Os que querem conseguir viver de verdade e os que se resignam. Os que lutam por uma vida do tamanho dos seus sonhos e os que reduzem os sonhos até estes caberem numa realidade que se torna cada vez mais pequena.

 

Aprendi que a vida é do tamanho que nós quisermos que ela seja. 

publicado às 16:52




Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D