Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Um dia ...

por Saltita, em 26.01.14

vou passar férias aqui. Haverá certamente locais mais luxuosos ou até mais belos, mas há qualquer coisa mágica num moinho de vento.

Sobretudo se tiver piscina.

E for em Santorini.

 

publicado às 19:01

Invasão

por Saltita, em 26.01.14

E haverá rosas e poemas de novo.

A luz vai invadir os cantos escuros onde a esperança se escondeu

e por um momento seremos de novo nós.

 

O mundo começa nas palavras desconhecidas, como uma invasão.

 

 

publicado às 11:47

100 palavras

por Saltita, em 25.01.14

 

O pior dia é aquele em que ficamos sem palavras. Ficar sem palavras é olhar para um buraco negro dentro de nós.

Basta olhar e olhar nunca é suficiente. É preciso dizer, gritar, berrar!

 

O pior dia é aquele em que nem mesmo a nós conseguimos dizer seja o que for.

 

Esse silêncio é um veneno.

 

Das duas uma: ou esperamos que passe ou reagimos com um antidoto.

 

As palavras são sempre a cura para os momentos ocos das almas.Se não faladas, que sejam escritas.

 

 

publicado às 10:28

Sabe tão bem

por Saltita, em 23.01.14

 

 

 

Sabe tão bem um abraço

um aperto tão chegado oxigénio

Sabe tão bem ter esperança em ti

quando o resto desaba à volta

 

 

deste-me um verão invencível no meio de um inverno

onde a luz mais bonita é a que aparece nos dias onde nada mais brilha

 

Hoje foste o meu Sol.

publicado às 18:02

2013, we made a memory

por Saltita, em 04.01.14

Chegamos ao fim de 2013. O que posso dizer se não que foi um ano de profunda transformação e aprendizagem, quer pelas coisas boas, quer pelas más.

Foi um ano de viagens, mais do que o esperado.E sempre que viajo ganho pontos na alma. Quero viajar sempre e viajar mais.

Não quero parar de me surpreender com as novidades do mundo.

 

Dei muito. Dei tanto e descobri que posso dar sempre que assim decidir, porque esse é o primeiro passo para SER e TER.

Arrisquei, bati com portas e sacudi com areias dos olhos.

Chorei e ri. Fechei a minha mente aos dementors.

 

Não estou ainda onde quero estar, mas para lá caminho.

 

Perdoo-me por todas as derrotas e sigo em frente agarrada aos sonhos, alicerces da existência.

 

Abraço o meu fracasso e Sou Feliz a cada instante.

 

Memórias? Tantas, tantas.

 

2013, we made a memory.

publicado às 12:20



Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D