Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Natal com preguiça

por Saltita, em 30.11.08

 

A árvore ficou feita, nos moldes descritos anteriormente. O J pôs a estrela, mas a berrar porque ele queria mesmo era tirar a foto!

Segue-se uma tarde de cinema em casa, preguiça e baldes de arroz doce...

Aqui fica a banda sonora mais cómica de sempre( Love Actually) pelo grande Billy Mack !

 

 

 

 Desculpem, enganei-me. O Billy Mack foi ultrapassado pelo discurso da Odete Santos no encontro do PC.

 

 

 

 

 

Tags:

publicado às 14:49

Vamos fazer a Árvore de Natal

por Saltita, em 29.11.08

 

Os centros comerciais já nos fazem lembrar há cerca de um mês que estamos a chegar ao Natal. Não sei se é da crise que esgota os hotéis no Algarve, na Serra da Estrela, no Brasil e Caraíbas, mas este ano o Natal parece ter chegado mais cedo.

Amanhã vamos fazer a Árvore. Normalmente é suposto ser m momento de alegria e divertimento, mas nunca vi fazer uma árvore de Natal sem que houvesse uma discussão familiar. São comuns os desacordos no que toca à decoração e não seria de estranhar a típica frase " não ponhas essa bola aí" ou "isso fica mal". Como se fosse possível discutir bom gosto no que toca a árvores de Natal. Por mais requintadas que sejam são todas "foleiras" e quando chega ao dia de reis conto os minutos para as encaixotar até ao ano que vem. Como este ano começou tudo mais cedo, cheira-me que lá para meados de Dezembro já tive a minha overdose de renas, bolas, fitas e luzes da loja do chinês! É incrível a fase de piroseira que atravessamos neste período. Eu, sim eu, comprei um Pai Natal com luzes à volta e ventosas para pôr na janela! A desculpa é que tenho uma criança, mas cheira-me a ataque de mau gosto!

Depois há os presépios. Este sim simbolizam melhor que o Pai Natal a quadra que vamos atravessar, supostamente o nascimento de Jesus. Sim, é isso. Não se lembram ? O Pai Natal e a Coca-Cola vieram depois! Continuando. Há de tudo. Desde figuras com ar asiático, a presépios com luz electrica ( Edison, afinal não foste tu, foi um dos Reis Magos) passando pelas figuras em tamanho real que mais parecem uma versão dos Jonas Brothers (era bom que estes também fossem embora dia de Reis). Existem ainda as  versões Hollywood com imagens da Vitória e do David Beckham. Simplesmente grotesco!

 

 

Mas pronto... tudo isto faz parte. Tal como o bacalhau com as couves. Mas como é Natal eu aproximo-me delas nessa data. O que não se faz pela família...

Já está tudo a postos para mais um Natal. Eu gosto, apesar das contrariedades e, como sempre, divirto-me disfarçada de Pai Natal e agir como uma criança!

As bolas, as fitas, as luzes e árvore estão prontinhas para serem montadas. A Estrela é O J que põe e A ÚLTIMA NOTÍCIA  É ... o presépio desapareceu! LOOOOOOOL!

Até amanhã!

 

 

 

 

publicado às 19:31

Visita ao Oceanário

por Saltita, em 28.11.08

 

Após duas semanas sem mostrar sinais de tosse, resolvemos ir passar com o J. E onde ? Ao Oceanário! De facto, as coisas não acontecem por acaso. Este miúdo já nasceu com uma apetência natural para as tecnologias. Ele só gosta de coisas tipos comandos e telemóveis. Adora ligar e desligar as televisões e os interruptores (sim, mesmo quando eu estou na wc) não pode sequer entrar no escritório,pois cola-se ao computador!  Mas pronto, ele tentou...

 

Ainda se riu ao início, mas depois olhava para os peixes e dizia " Já está" e...fugia para outro lado. Nem ao  Eusébio e a Amália (duas lontrinhas) achou muita graça.

Eu adorei a visita. Já lá tinha ido há uns anos e confesso que não recordava de muita coisa. Está muito bem organizado e consegue sensibilizar-nos a todos. Lá fiz uns amigos, tinha de ser.

O J teve medo deste e percebe-se porquê. Mas o bicho gostou de mim. Lá porque é feio também merece um bocadinho de atenção!

 

Bem, devido ao blogus interrompidus não pude publicar as fotos do Halloween. Aqui fica mais uma coisa que ele achava mais gira se fosse virtual! Mas a quem será que o miúdo sai ?

 

 

A mãe sou e eu e vou continuar a insistir, ok ?

 

 

Nova mania: tirar fotos a ele próprio com a minha máquina!!!

 

 

 

Help!

publicado às 18:15

Vi(d)as passadas

por Saltita, em 27.11.08

 

Agora, Saltita, perguntam, e Deus? Para mim, Deus é o amor que move esse amor dentro de nós. Se todos nos movermos por esta força original, as nossas vidas estarão em sintonia com o seu propósito original e seremos, indubitavelmente, seres melhores.

Os meus 33 anos de vida ensinaram-me estas ideias que acabei de partilhar convosco. São a minha "verdade". A porta está aberta...

O livro do Dr Brian Weiss " Muitas vidas, muitos mestres" já faz parte da mobília cá de casa. Acho que o adquiri quando andava à procura da "verdade" por detrás da teoria da reencarnação. É interessante, mas não surpreendente. Provavelmente foi-o mais para o próprio autor, céptico e cientista assumido que num tratamento de hipnose  fez regredir uma paciente um  pouco mais longe do que o habitual.

Hoje, no programa da Oprah lá estava ele. Ouvi com atenção (enquanto o J destruia metade dos pratos cá de casa). É um homem respeitado e corajoso. Com ele lá estava o Dr Oz a dar o seu testemunho, juntamente com outros cidadãos anónimos que ao submeterem-se a uma sessão, conseguiram encontrar a explicação para muitos dos seus problemas e, assim,resolvê-los. Fobias, sonhos frequentes, relações conflituosas, todas estão ligadas a circunstâncias anteriores que ficam marcadas no nosso inconsciente. A regressão é uma terapia para alguns, uma curiosidade para outros, uma idiotice para um sem número.

Eu? respeito. Não sou dona da verdade e a minha "verdade" tem domínios que não consigo explicar na dimensão em que me encontro. Uma coisa eu sei: todos estamos ligados pela energia vital do universo. Todos somos  um e, como tal, somos partículas divinas em permanente mutação/evolução. Aquilo que nos faz evoluir é, e aí concordo com o Dr Weiss, a energia do Amor. Como dizia Dante " L'Amor che muove il sole e l'altre stelle", isto é,o amor que move o sol e as outras estrelas.

Passamos a nossa vida a tentar ser melhores da pior maneira. Pensamos que seremos mais felizes se tivermos mais coisas ou se as outras pessoas e situações agirem segundo o nosso desejo.Ás vezes, sim. Mas se às coisas que temos não juntarmos aquilo que somos, elas não têm sentido. São apenas formas sem conteúdo. Se apenas amarmos as pessoas por aquilo que de nós vemos nelas, a quem estamos a amar verdadeiramente? As coisas que nos acontecem são para aceitar, por muito que nos custe. Se forem boas, por gratidão. Se forem más temos de retirar a lição que cada uma contém para as nossas vidas e, só de pois caminhar para mudança.

 

 

 

publicado às 22:23

Eckhart Tolle

por Saltita, em 27.11.08

Descobri mais um ser humano fascinante. Tem um ar um pouco estranho, mas da sua boca saem os pensamentos mais interessantes que tenho ouvido nos últimos tempos. Já aqui tinha falado do seu livro e fui ver o site do autor. Entre muitas coisas interessantes aqui ficam umas frases para pensar:

 

The deepest teaching lies in the dimension of stillness.. listening to nothing is that part  in you which acknowledges a realm of stillness underneath the stream of human noise

 

Pay attention to silence... Thought is the noise of you think you are...

 

Pay attention to the words and the gaps between the words. They are two levels. The first is information, the other meditation.

 

The human mind creates hell ...If you fight madness, you become mad yourself. To see it is enough.

 

 

 

Reincarnation doesn't help you if in your next incarnation you still don't know who you are.

You are not just a meaningless fragment in an alien universe, briefly suspended between life and death, allowed a few short-lived pleasures followed by pain and ultimate annihilation. Underneath your outer form, you are connected with something so vast, so immeasurable and sacred, that it cannot be spoken of - yet I am speaking of it now. I am speaking of it now not to give you something to believe in but to show you how you can know it for yourself.

publicado às 21:44

Blogus interrompidus

por Saltita, em 27.11.08

Pois é... acontece aos melhores. Foi o caso do "saltita". Devido a um problema informático não pude dar notícias. Contudo, graças à eficácia dos serviços da sapo, o nosso blogue está de volta. Este tempo deu-me tempo para pensar e fazer muitas coisas que espero partilhar convosco.

Quis a providência divina que abrisse um video clube do outro lado da minha rua. É óbvio que somos assíduos frequentadores e que a ausência de blogue fez com que me actualizasse nas leituras e filmes. Foi assim que encontrei e devorei o "Novo Mundo" do Eckhart Tolle, vi a Marie Antoinette e a Múmia (Japão), mas a seu tempo falarei de todos.

Quis também a lei da atracção que hoje o jantar oferecido em casa da mamã fosse uma iguaria que há tanto desejo: AÇORDA!!!!

Vou encher a barriguinha e já volto!

 

publicado às 19:18

All that Bond

por Saltita, em 14.11.08

 

Desde 1962 que a sequela James Bond tem feito as delícias e também os horrores de muitos cinéfilos. Confesso que muitos filmes me têm feito adormecer em tardes de Domingo,  mas há coisas na vida que se aprendem a apreciar.Já aqui falei sobre o meu fascínio em relação à personagem e ao seu autor. Agora estou a partilhar convosco um pouco da história cinematográfica da obra.

Sean Connery foi o primeiro James Bond. Á partida seria a última escolha por ser demasiado "moreno" e ter um sotaque escocês "carregado". Mas o charme venceu e este foi para muitos, "o" James Bond. A sua prestação acabou por ofuscar todos os candidatos que se lhe seguiram a interpretar a personagem. Nomes como George Lazenby, por exemplo. Roger Moore parece ter quebrado o feitiço com o seu ar de "lord inglês falido", como eu gosto de lhe chamar. Aliás, adoro esse ar. Depois, a tarefa árdua recaiu sobre Timothy Dalton, do qual poucos se lembrarão. Seguiu-se o sofisticado e charmoso Pierce Brosnan. Estas características foram transferidas para a personagem, mas na minha opinião faltava-lhe qualquer coisa. E eis que surge o que combina o melhor de todos os os antecessores com uma orginalidade que advém de uma fragilidade emocional nunca antes mostrada pelo 007- Daniel Craig.

Considero o Casino Royal um dos melhores filmes James Bond e estou ansiosa pelo Quantum of Solace. As críticas têm sido boas. Vamos ver se encontro um tempinho. Depois digo qualquer coisa. Se já viram, este espaço é vosso!

publicado às 21:23

Viva a homeopatia

por Saltita, em 14.11.08

Após um intenso e algo penoso momento de tosses, o J estabilizou. Experimentámos tudo: gazeta, cabeceira da cama alta, xaropes de todo o género, anti-estamímicos que dão "moca",leitinho com mel e, finalmente, um tratamento homeopático. E não é que está a resultar? Agrada-me o facto de não estar a "drogar" o meu filho com toda a espécie de químicos, mas sim de estar a ajudar o seu organismo a combater "naturalmente"  as agressões a que está sujeito. E, claro, de o ver a melhorar todos os dias. Se isto resultar mesmo, os senhores "doutores" que me desculpem mas vou virar de vez as costas à medicina tradicional. As cólicas passaram com chá de funcho, por que não haveria a tosse de passar com estes medicamentos? Vamos ver. Se der mesmo resultado, os homeopatas têm uma amiga para o resto da vida. E olhem que eu quero viver até aos 100 anos, bem anafadinha e consolada!

 

publicado às 21:07

Something about a man in the kitchen ...

por Saltita, em 10.11.08

 

Desculpem os meus leitores o elevado número de títulos em inglês, mas a inspiração da autora funciona melhor assim. Pode ser defeito profissional ,não presunção e muito menos falta de amor à pátria.

Este blogue tornou-se um diário das minhas emoções (quase todas), recordações e gostos muito pessoais. Graças a vocês tornou-se um local onde exponho os meus pontos de vista e troco ideias nem sempre convergentes com as minhas ( não é sr k?). Mas é assim que eu gosto.

Uma das minhas últimas reflexões prende-se com a ideia de um homem na cozinha e todo o tipo de sensações que isso me causa. Em primeiro lugar, a cozinha não é o habitat natural dos homens, por isso a mera contemplação da sua masculinidade entre tachos e panelas é deveras interessante. O homem é o caçador.A mulher confecciona e alimenta. Por isso, já me habituei a vê-los de avental nos churracos ocasionais enquanto é reservada à maioria das senhoras a tarefa de cozinhar TODOS os dias. Eu sei que os grandes cozinheiros são homens. Mas não sei porquê. Se calhar, por isso mesmo.

Aqui em casa quem cozinha sou eu. É assim. O problema é que eu cozinho como os homens. Excelente de forma ocasional, medíocre de forma habitual. É uma tendência que tento o mais possível combater porque gostava mesmo de cozinhar bem SEMPRE. Podia ter casado com um cozinheiro e tinha a vida feita, mas quis Deus que fosse de outra forma. Assim, sigo religiosamente os programas do Jamie Oliver, que também é lourinho e fofo, e confesso que me sinto inspirada. O homem escava, planta, arranca, mistura ingredientes e cozinha de forma a que tudo pareça delicioso e saudável. De uma mulher sentiria inveja, de um homem... bem... gratidão. Esta noite saiu um belo de uma bacalhau com inspiração à la Jamie. O outro lourinho e fofo também gostou e eu vou continuar a seguir os homens, pelo menos na cozinha!

 

 

publicado às 21:42

The Last King of Portugal

por Saltita, em 09.11.08

 

Aqui está! É incrível como os estrangeiros mostram mais consideração pela história de Portugal que os próprios portugueses.Alguns, pelo menos...

D. Manuel II foi o último rei de Portugal. Sobreviveu ao atentado que vitimou o seu pai e irmão no Terreiro do Paço e viveu os seus últimos dias em Londres até morrer, prematura e oportunamente "engasgado".

Aqui fica um relato comovente da comunidade que ainda hoje preserva a memória do nosso último monarca.Digno de nota o desejo de um cidadão inglês, Peter Short, que gostaria de ver o seu filho baptizado e ungido com o óleo  da taça doada por D. Manuel à igreja de Fullwell.

 

publicado às 11:39

Pág. 1/2




Pesquisar

  Pesquisar no Blog



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D